Você sabe o que é logística? Conheça os tipos e sua aplicação

1024 900 Enivix

O que é logística?

Você já deve ter ouvido falar neste termo. O conceito de logística para o mercado atual vai muito além da elaboração de táticas empresariais. É um ramo que busca atuar de forma integrada com todos as etapas de uma determinada cadeia produtiva.

Grandes empresas e multinacionais investem uma grande parcela do seu capital na logística, pois reconhecem a importância de planejar e organizar a produção para obter o menor custo, maior distribuição e resultar na melhor margem de lucro.

Entre as diversas frentes em que atua, o profissional de logística planeja e controla etapas operacionais de armazenagem, transporte e distribuição dos produtos, tendo como objetivos:

  • otimização de entregas;

  • redução de custos de produção;

  • repensando a compra de matérias primas;

  • gerindo estoque e as condições de armazenamento;

  • repensando a logística empresarial como um todo etc.

 

Percebe-se que se trata de um setor com uma pluralidade de possibilidades de atuação, sendo todas elas integradas dentro de uma mesma cadeia produtiva. Ainda assim, faz-se atualmente a distinção entre os quatro principais tipos de logística.

Quais são os tipos de logística

Dentro do que definimos como logística, existem quatro tipos bem delineados no mercado:

  • Logística de Abastecimento

A logística de abastecimento está diretamente preocupada com a gerência de materiais necessários para a cadeia produtiva de uma determinada empresa ou indústria. Quando pensamos no termo “abastecimento”, já somos transportados em nosso pensamento ao controle do estoque.

O profissional que atua nesta etapa deve manter um controle detalhado do estoque de matéria prima de modo que não haja excesso ou falta em momento algum.

Perceba que em ambos os casos, é bem provável que sua ocorrência gere um prejuízo para o negócio. Quando há excesso de estoque, ele pode perecer e se tornar inútil, principalmente na indústria alimentícia. Por outro lado, a falta pode retardar ou até mesmo interromper a produção até que se normalize o estoque.

Outro aspecto que está sob a gestão deste profissional é o acondicionamento desta matéria prima. Ele deve assegurar a existência de local e condições apropriadas para garantir a integridade dos bens sob sua guarda.

Todos esses fatores podem impactar no custo da produção. Por isso, o profissional deve estar sempre buscando formas de assegurar a menor onerosidade ao consumidor final.

  • Logística de Distribuição

Ao contrário do abastecimento, a parte de distribuição cuida da entrega dos produtos. Normalmente seu foco está nos centros de distribuição das grandes empresas, onde o profissional de distribuição tem como sua principal tarefa cuidar do planejamento das encomendas e das vendas.

Sua interface com os trabalhadores do abastecimento é quase que rotineira e ele também deve estar sempre monitorando o estoque de produtos para garantir que as entregas sejam sempre atendidas no prazo e que os produtos estejam conforme o padrão da companhia e requisitos dos clientes.

Tarefas diárias como a conferência de vendas, planejamento de rotas de entrega e controle de saída de produtos são a rotina deste profissional.

  • Logística de Produção

A fase de produção requer um alto nível de planejamento para otimizar o emprego de matérias primas na linha de montagem. O controle dessa cadeia produtiva fica a cargo do profissional de logística que vai pensar em estratégias para reduzir o tempo de produção e controlar o fluxo de materiais e empregados.

Como sabemos, a produção não é sempre constante em todos os meses do ano, ela deve acompanhar a demanda do mercado. Por tal motivo, ela não pode ser feita mecanicamente, sem considerar os fatores de oscilação, evitando prejuízos e sempre pensando na produção a curto, médio e longo prazo.

  • Logística Reversa

Por fim, a logística reversa é aquela cujo enfoque está em pensar sobre novas estratégias de saída de mercados e reversão de materiais. Sua atuação está voltada para a avaliação das sobras da produção, inclusive resíduos da venda, procurando formas de promover sua reintegração.

Tal setor atua pensando em formas de coletar e controlar embalagens e seu descarte, tentando reutilizá-los, quando possível, na cadeira produtiva. Um exemplo são as empresas que oferecem desconto ao consumidor que retorna embalagens vazias, seja para a reciclagem apropriada ou para sua reutilização.

Perceba como a atuação destes profissionais está em perfeita sintonia com as ideias de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Por tal motivo, trata-se de um setor que tem recebido um investimento grande para promoção de ações inovadoras.

A importância da logística

Ao pensar nas etapas produtivas dos diversos bens comercializados atualmente, fica claro que são momentos isolados, mas que devem atuar em sintonia e harmonia para evitar prejuízos no médio ou longo prazo.

Em geral, os profissionais de logística são pessoas com uma formação ou especialização nas áreas de Administração de Empresas, Engenharia de Produção e até mesmo nos cursos de logística e comércio exterior. Trata-se de uma das carreiras em alta no Brasil e que vale considerar se você tem interesse no assunto.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado.