Profissional de logística se destaca com “boom” do e-commerce

409 405 Enivix

Estudo mostra que há, em média, seis vagas para cada profissional do segmento

Fazer compras online virou hábito entre os brasileiros. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico estima que o faturamento das vendas no e-commerce chegue a R$ 79,9 bilhões em 2019, um crescimento de 16% em comparação a 2018. Segundo Patrícia Gomes, supervisora pedagógica do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac), esse cenário pode contribuir para que os profissionais de logística ganhem cada vez mais espaço no mercado de trabalho, já que são responsáveis pela gestão do transporte, do armazenamento, das compras, da distribuição e da entrega de produtos.

E-commerce vem demandando profissionais da área de logística, aponta Associação
Brasileira de Comércio Eletrônico.

De fato, a carreira de logística tem se mostrado promissora. Um estudo encomendado pela DHL, uma das maiores empresas do setor, realizado com 350 companhias, nas cinco regiões do planeta, mostra que há, em média, seis vagas para cada profissional. Em relação aos salários, a profissão também é atrativa. Segundo o site Glassdoor um gerente de logística tem salário médio de R$ 9.527.

Um dos setores logísticos mais carentes de mão de obra qualificada é o PCP (Planejamento e Controle de Produção). Quem trabalha nessa área é responsável pelo gerenciamento de produção, cujo objetivo é prever, controlar e otimizar o uso dos recursos, bem como melhorar os resultados da produção de uma empresa.

Mas, segundo a supervisora pedagógica do Cebrac, para se destacar no mercado, é necessário ter qualificação. Lançado neste, o curso de logística registra 1,2 mil matrículas de janeiro até junho. Entre os conteúdos trabalhados em aula estão noções gerais e temas importantes do setor, como planejamento de operações e distribuição física, armazenagem e integração logística. Além disso, o program inclui as novidades no que se refere à gestão da cadeia de suprimentos, principalmente com relação ao e-commerce e à chamada indústria 4.0.

Área de atuação

O profissional de logística é responsável pelos recursos e materiais utilizados pela organização. Sua função é supervisionar e administrar o estoque, ou seja, garantir que os suprimentos armazenados sejam utilizados da melhor forma possível. Além disso, ele também elabora e supervisiona a movimentação de materiais e cargas nos centros de distribuição.

As possibilidades de trabalho são variadas, mas, tradicionalmente estes profissionais atuam em aeroportos, fábricas, empresas de transporte, canais de distribuição, portos, atacado e varejo e, entendendo as demandas atuais, também podem atuar no e-commerce. Assim, o aluno pode ocupar as posições de encarregado de almoxarifado, assistente de suprimentos, auxiliar de PCP (ênfase do curso), conferente, estoquista e empreendedor com e-commerce, entre outros.

Além disso, pode começar a carreira visando atingir cargos mais altos como coordenador de almoxarifado, coordenador de compras, analista de logística, coordenador de PCP, coordenador de comércio exterior e gerente de logística.

Fonte: https://portogente.com.br/

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado.